Ricos + ricos, pobres + pobres, porquê?

Com este titulo estarei eu a falar da riqueza que a pessoa tem ou não na sua conta? Ou na riqueza emocional que está ao alcance de cada um de nós ter?


O nosso potencial é ilimitado mas mesmo assim existem os maus resultados. Na verdade a razão é muito simples - a acção (ou falta dela!). 

Não te adianta ser muito bom ou achares que tens imenso potencial se não fizeres nada por ele. Não se trata de seres pessimista ou realista, até porque para acreditares em algo é preciso assumires a responsabilidade pelas tuas acções.

Quando nascemos, o nosso cérebro está "vazio". Não temos crenças, nem medos, nem nada que nos possa limitar ou impedir de arriscar em algo novo.

À medida que vamos crescendo, o foco dos que nos rodeiam, é transmitir-nos a área que devemos estudar e/ou onde vamos arranjar um bom emprego (Ignorando até a hipótese ás vezes de termos o trabalho dos nossos sonhos!). Mas será que são transmitidas as aprendizagens necessárias para sabermos como devemos gerir o nosso dinheiro? Ou como o nosso pensamento deve ser face ao dinheiro?

Mas afinal o que difere os ricos e os pobres? É sem dúvida a postura e pensamento!


Exemplo: Abertura de um negócio próprio ou venda de algo

Porque os ricos ficam cada vez mais ricos:
Uma pessoa rica vai logo com uma postura confiante que fará com que ela consiga atingir o seu objectivo, porque os seus pensamentos originaram crenças positivas e fortalecedoras. Eles fazem de tudo para atingirem o melhor resultado possível. Têm uma atitude que os leva para a acção, trabalham muito e mantém-se motivados e focados para atingirem os seus objectivos.

Porque os pobres ficam cada vez mais pobres:
Uma pessoa pobre provavelmente iria com uma postura insegura e com um pensamento negativo, neste caso as crenças que iria criar seriam limitadoras. Já pensaram que estas pessoas tendem também a reclamar mais? Que não têm sorte, procuram respostas para "aquilo" só acontecer com elas. Não têm muita ambição nem conseguem gastar muita energia a promover o que querem porque na verdade não acreditam o suficiente que poderá correr bem.


Com esta breve explicação não quero obviamente criticar nem uns nem outros. Acredito sim que a riqueza emocional irá atrair a riqueza económica. E é isto que é importante termos em mente. 

Deixo-te aqui algumas dicas para saíres de um ciclo vicioso negativo:

- Tira o "e se..." dos teus pensamentos/frases
- Foca-te nos resultados que queres ter em vez de te focares no que pode correr mal
- Imagina o cenário positivo que podes ter
- Não deixes que o medo te domine
- Vai e tenta fazer o que tens a fazer
- Coloca em prática as tuas ideias, sem reclamar
- Não te dediques menos que 100% ao que queres


Ao mudares o teu pensamento, conseguirás mudar a tua postura - e o teu FUTURO!

Agora perguntas-me "Então mas oh Joana e se eu não conseguir?" ... e eu chateio-me contigo certo?! Aqui já deverias estar a aplicar as dicas que dei acima, muda o pensamento! Se não correrem as coisas como desejavas, ganharás certamente uma aprendizagem para toda a tua vida e para a próxima vez que tentares correrá melhor!


Para que não percas mais tempo ou dinheiro, experimenta uma sessão de coaching grátis que te ajudará certamente a encontrares a riqueza emocional que podes sentir que precisas neste momento!

2 comentários :

  1. Muito interessante! O problema é que custa mudar, só com muita força se consegue mudar o pensamento. Eu pelo menos sou assim

    Beijinhos :)
    Soraia and Other Things

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Soraia, muito obrigada pelo seu comentário!
      A mudança é sempre difícil, já falei dela também aqui pelo blog. Convido-te a voltares sempre que quiseres :) beijinhos!

      Eliminar