Controlar a mente

Uma mentalidade errada pode ser um erro bem maior do que pensas. Mentes negativas só arranjam desculpas e não soluções.





O hábito nasce pela repetição de acções, de atitudes, de comportamentos (sejam eles alimentares, a nível do exercício físico se é feito ou não, ou o que for).
Não existem hábitos sem entrares em acção, mesmo acontece com os comportamentos, só existem ao seres movido por um sentimento e o sentimento também só existe por um pensamento.

Vamos ver dois exemplos:
 A "Maria" tem o hábito de comer chocolate todos os dias 
Este hábito só surgiu porque ela praticou este hábito, supomos que comia um bocadinho de chocolate todos os dias, depois do almoço. Este comportamento como foi repetido várias vezes, o cérebro associou a algo bom. A "Maria" só começou a ter este hábito porque sentiu algo ao comer o chocolate todos os dias certo?

 O "José" acha que tudo vai correr mal na sua vida 
O que ele sente naquele momento? Medo? Angústia? Tristeza? Frustração? Mais uma vez podemos comprovar que o sentimento só veio depois do pensamento. Se o "José" pensasse algo positivo, iria gerar sentimentos positivos, motivadores e o resultado seria certamente mais benéfico.

Por isso, não existem hábitos sem existir antes de tudo um pensamento.

Seja qual for o TEU HÁBITO (o que estás neste momento a pensar), porque achas que o mereces ter?

Por exemplo, imagina que tens o hábito de chegar a casa depois do trabalho e sentares-te no sofá a ver TV e a petiscar. Pensas que mereces isso porque tens um trabalho cansativo e sentes que tens de repor as energias. Estás a ver o pensamento? Gerou um sentimento negativo, que gerou uma sensação de desmotivação, de stress, etc.

Não existem pensamentos negativos e sentimentos a seguir positivos ou vice versa. Por isso começares o dia de forma positiva ou negativa vai influenciar todo o teu dia, queres ter uma mente positiva ou negativa?

Com os meus clientes trabalho desde a questão inicial, preocupa-me o que os meus clientes sentem, procuram, etc. Por isso que amo o que faço!

Sem comentários :

Enviar um comentário