Aceita a tua imperfeição

É preciso coragem para se ser imperfeito, ainda para mais quando se vive num mundo que parece correr atrás da perfeição 24h sob 24h. Devemos aceitar-nos tal como somos e perceber as nossas vulnerabilidades.

E para aceitares a pessoa que realmente és, tens que desapegar-te dessa imagem da pessoa que devias ser.


Uma coisa é procurar a excelência, ou seja, trabalhar diariamente por evoluir e se tornar numa melhor pessoa ou profissional, ao seu ritmo e de forma saudável. 

Outra coisa bem diferente, é procurar a perfeição na própria vida e em tudo e todos que aparecem no seu caminho. Pois desta forma, acaba por não ser benéfico nem para a própria pessoa, nem para os que estão à sua volta.

Somos habituados a fugir a sete pés, de tudo o que nos pode prejudicar ou colocar numa zona fora de conforto. Mas é quando saímos da "nossa gaiola", que vimos a magia que existe no "mundo lá fora". 

Viver também tem de ser arriscar e experimentar!

Sermos vulneráveis também é importante para evoluirmos. Não considero que seja uma fraqueza, mas sim a melhor definição de coragem. Porque é essencial termos a clareza de entender, que é impossível sermos fortes o tempo todo.

Quando fugimos de emoções como por exemplo o medo, a mágoa e a decepção, também nos estamos a fechar para o amor, para a empatia e para muitos outros sentimentos, que garanto que são bonitos demais para os deixares de viver. 

Se fugirmos o tempo todo destas emoções que sempre nos ensinaram ser dolorosas e negativas, é como se comprássemos um bilhete directo para a frustração. 

Sabes porquê? Porque as experiências mais marcantes das nossas vidas e que dão mais significado a ela, também passam pela sensação de fracasso e de falhar. Mas não há mal nenhum, não temos que nos defender a todo o custo disto. Tudo passa, tudo nos ensina algo.

No entanto, nem todos são assim. Existem obviamente muitas pessoas que se expõem e arriscam diariamente em coisas que realmente querem, mesmo que isso lhes custe lidar com algumas críticas, invejas, ciúmes...o mais importante para elas é sim a sensação de realização e felicidade no final.

É fundamental que deixemos a vergonha e o medo de errar de lado, para atingirmos o sucesso. Ás vezes será mesmo preciso destacares-te sem medos e sem imaginar o que os outros podem ou não pensar sobre ti.

Termos a coragem de nos mostrar-mos tal como somos de verdade, é a única forma de aproveitarmos todas as oportunidades que a vida tem para nos oferecer.



Já conheces o meu mini e-book? Sabe mais, clicando aqui


2 comentários :

  1. Adorei o post! Segui o teu blog, podes seguir o meu? :)

    www.aflormaria.blogspot.pt

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida :) vou espreitar o teu também, claro!
      Beijinhos

      Eliminar